Com sensor CMOS, Super 35 mm, gravando em 4K diretamente no cartão e sistema MFT para as lentes intercambiáveis são alguns pequenos grandes detalhes dessa pequena grande câmera. E isso é só o início.

A GY-LS300 faz parte da linha de câmeras 4K CAM da JVC, podendo gravar em 8-bit de informação de cor, com compressão 4:2:2.

É possível gravarmos dois codecs simultaneamente, MOV e AVCHD, utilizando dois slots de cartão, sendo SDHC ou SDXC. Conta também com saída SDI (1920×1080) e HDMI (4K Full).

Ela é bem compacta para ser operada na mão ou qualquer outro equipamento estabilizador de baixo investimento (slider, sliders motorizados, fly hand, steady cam, gruas pequenas).

Uma das grandes vantagens dessa câmera é o bocal de lentes MFT (Tokina, Sigma, Rokinon, Olympus, Panasonic, Kenko, Lensbaby…)  que permite trabalhar com qualquer adaptador com facilidade, fazendo com que qualquer lente (PL, EF, Nikon) possa ser adaptável na JVC GY-LS 300. Normalmente, outras câmeras possuem o sensor mais fundo. Já com o MFT, o sensor fica muito mais próximo, e nossa perda de luz quando utilizarmos adaptadores, será mernor quando comparada a outras câmeras. E quando utilizamos um adaptador digital, com os contatos digitais, a câmera irá facilmente conversar com a lente (íris, foco, zoom). Ou seja, se você é usuário de lentes Canon, por exemplo, não se desespere, você poderá usar as suas lentes na GY-LS300 e desfrutar de todos os controles a partir da própria câmera.

Uma das características que eu adorei nessa câmera é a versatilidade que ela te trás para trabalhar com as lentes primes (fixas). Normalmente muitos buscam utilizar lentes zoom (24-70 ou 70-200 por exemplo) por conta da flexibilidade de enquadramento. Substituir um kit desses por lentes fixas seria de um investimento muito alto. Mas com a GY-LS300 você pode usar uma 35 mm por exemplo e ainda conseguir aproximar o seu enquadramento. E não, não é um zoom digital que a câmera faz. Todos nós sabemos que o grande problema desses zooms digitais é o ruído / pixelamento que trás para nossa imagem. Acontece que como a câmera grava em 4K Full, podemos fazer um crop diretamente pela câmera, quando gravamos em 1080, e assim já temos total noção da imagem que será gravada. E pasmem… É pixel mesmo. Mantendo assim a mesma nitidez, qualidade de cor e ainda a grande vantagem de termos pouca profundidade de campo utilizando as lentes fixas. Isso só é possível devido a tecnologia VSM (Variable Scan Mapping).

É incrível, mas saiba você que por conta do MFT, podemos utilizar um adpatador PL, e usar lentes de 40 anos atrás, usadas em câmeras de filme 16 mm, e devido a tecnologia VSM, podemos ajudar o sensor para um sensor de Super 16 mm. Ou seja, se você possue um kit de lentes PL, talvez seja hora de você tirá-las do armário, assoprar o pó e começar a usá-las novamente.

Outro atrativo da câmera é que realmente ela tem o corpo e características de uma câmera de vídeo, mas com lentes intercambiáveis. Então será um grande concorrente para as câmeras DSLR Canon e Nikon e também para as mirrorless da Sony que estão cada vez mais populares. O tempo limite de gravação da câmera é o próprio cartão. A câmera possui dois slots podendo ser configurado para back-up ou para iniciar a gravação no cartão B a partir do momento que lotar op cartão A. E na GY-LS300 eu não preciso de um gravador externo para o áudio. A câmera já conta com duas entradas de áudio XLR balanceadas e uma saída de fone de ouvido para monitoramento, além de contar com o audio meter no visor da câmera e assim podemos ter certeza de que o áudio não está clipando. O focus assits também é muito preciso e intuitivo, assim como o white balance. A combinação dessas duas opções te dá muito mais agilidade quando estiver utilizando a câmera em gravações de eventos sociais (casamento, debutante). A bateria pode ser carregada diretamente na câmera, não precisando de um carregador externo (que é opcional).

Uma câmera bem sensível que apresenta resultados excelentes mesmo com ganho alto, mesmo com 24dB (equivalente a 6200 de ISO), mais do que esse valor, já começamos ter um ruído desagradável na imagem. E ainda um filtro ND embutido (1/4, 1/16 e 1/64).

E nesse modelo a conectividade não poderia ficar para trás. Com um simples adaptador wi-fi, você pode conectar seu celular, tablet ou computador na câmera. Após conectado, basta abrir o navegador e fazer controles de zoom e inclusive mandar a câmera gravar.

Você pode conferir o vídeo feito com ela no link a seguir:

 

Conclusão

Câmera aprovada! Uma excelente opção para videomakers, diretores, cinegrafistas para utilização em eventos sociais, curtas, longas e publicidades em geral.

 

 

Características

  • Sensor Super-35mm CMOS
  • Ultra HD, Full HD em 4:2:2
  • Gravação em .MOV e AVCHD
  • Slot de duplo de cartão de memória SDHC/SDXC
  • Saída 3G SDI e 4K em HDMI
  • Conectividade via wireless
  • Encaixe de lente MFT
  • LCD de 3.5″
  • Duas entradas XLR de áudio com alimentação Phantom Power

 

Mídia de gravação

4K – UHS-I, Speed Class 3

HD – 50Mb/s Class 10

MOV HD – Class 6

AVCHD – Class 4

 

 

Codecs

4K/HD – MPEG-4 AVC/H.264

HD/SD – AVCHD

 

Formato de arquivo

MOV – H.264

MTS – AVCHD

 

Formatos de gravação

4K (H.264)
3840 x 2160 23.98/29.97 (progressive)
HD (H.264)
4:2:2: 1920 x1080/59.94p, 29.97p, 23.98p (50Mbps)
1920×1080/59.94i, 29.97p,  23.98p  (35Mbps)

1280×720/59.94p (35Mbps)

 

AVCHED
Progressivo (max 28Mbps): 1920 x 1080/59.94p
HQ (24Mbps): 1920 x 1080/59.94i

SP mode(17Mbps): 1920 x1080/59.94i
LP mode (9Mbps): 1440 x 1080/59.94i

EP mode (5Mbps): 1440 x1080/59.94i

 

SD (H.264/AVCHD)
720 x 480i 59.94

Proxy (H.264)
HQ (3Mbps): 960 x 540/29.97p, 23.98p
LP (1.2Mbps): 480 x 270/29.97p, 23.98p

 

Gravação de Áudio

LPCM 2ch, 48kHz/16-bit(4k/HD/SD MOV), AC3 2ch(AVCHD)